Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘livros’

Hoje, dia 28 de janeiro de 2011, do jornal O Globo, a  Associação Estadual de Livrarias do Rio de Janeiro publicou um anúncio em defesa das livrarias, no Caderno Educação da Zona Sul e do Centro. No dia 30 de janeiro, sairá o mesmo anúncio nos Cadernos de Educação da Grande Tijuca, da Ilha do Governador e da Zona Oeste.
Achamos muito importante que todos leiam o texto publicado e que o exponham em locais de fácil acesso para os clientes possam ler. Segue abaixo o texto:

LIVRO SE COMPRA NA LIVRARIA
NÃO NA ESCOLA
Todos os anos, as livrarias legalmente estabelecidas do Estado do Rio de Janeiro se preparam para atender pais, alunos e responsáveis na volta às aulas.
A cada ano este movimento diminui, devido à concorrência desleal através da venda direta de livros dentro das escolas, da adoção de apostilas, sistemas de ensino e do uso de fotocópias.
Escolas são estabelecimentos voltados à educação e ao ensino, não estabelecimentos comerciais de varejo.
Infelizmente, os critérios para a seleção dos livros escolares nem sempre são transparentes, baseados na qualidade ou conteúdo, mas passam por “benefícios” ou “vantagens” concedidos pelos editores.
Essa prática, além de lesar as livrarias, pode muitas vezes caracterizar “venda casada”, onde o custo da mensalidade já embute livros, material escolar e uniformes.
Este fato tira dos pais, alunos e responsáveis o direito de livre escolha. Todos ficam  impedidos de pesquisar  melhores condições de atendimento, preço ou pagamento, e sem poder decidir onde e como comprar.
O hábito de freqüentar livrarias e bibliotecas, onde as crianças podem entrar em contato com livros variados, de grandes autores da literatura brasileira e universal, deve ser adquirido na infância. A compra dos livros escolares é uma ótima oportunidade para descobrir o prazer da leitura e o mundo encantado dos livros.
Para a Associação Estadual de Livrarias do Rio de Janeiro, cada um tem um papel bem definido e que deve ser seguido para o bem de todos.
O Autor escreve o Livro.
A Editora publica o Livro.
A Livraria vende o Livro.
A Escola ensina aos alunos utilizando o Livro.
 
ASSOCIAÇÃO ESTADUAL DE LIVRARIAS DO RIO DE JANEIRO – AEL-RJ (FUNDADA EM 1993).
R. Evaristo da Veiga, 16 sl.1506 – Centro/RJ –  www.aelrj.org.braelrj@aelrj.org.br / Tel./Fax:(21) 2220-8182
S.O.S. – Ajude as vítimas da Região Serrana do Rio de Janeiro !

ASSOCIAÇÃO ESTADUAL DE LIVRARIAS DO RIO DE JANEIRO
Rua Evaristo da Veiga, 16 – sala 1506
Centro – Rio de Janeiro – RJ
CEP: 20031-040
tel/fax: (21)2220-8182  cel: (21)8450-2382 ou (21)8130-8581

Read Full Post »

A Câmara Brasileira do Livro, CBL, informa que autores brasileiros estão sendo abordados por uma ONG intitulada Ponte dos Sonhos que propõe traduzir e publicar livros no exterior.
A seguinte informação foi pinçada no site desta organização: “tivemos a idéia de criar um livro em que selecionaremos 100 textos de temas variados e tranformaremos no livro Ponte dos sonhos (do Brasil para Frankfurt o melhor de nossa terra) o livro será levado pelo stand CBL e acompanhado pela diretora executiva Sarah Aniston,”.
Trata-se de uma afirmação mentirosa e cuja ação proposta é de total desconhecimento da CBL e de seus representantes legais. Somada à solicitação de depósito bancário proposto pela Ponte dos Sonhos,  indicando as respectivas contas bancárias em nome de Izabelle Valladares e NGN Soluções, pode configurar fraude.
A CBL vai interpelar a organização Ponte dos Sonhos extra-judicialmente, pelo uso indevido de sua sigla, além de assumir todas as demais atitudes jurídicas aplicáveis.

Read Full Post »

Com uma pauta enxuta, Fórum da Rede Nordeste mobiliza para dois assuntos centrais: a compra regionalizada por parte da Fundação Biblioteca Nacional e os preparatórios para  Feira do Livro de Frankfurt em 2013

 

Se a idéia de participar da Feira do Livro de Frankfurt pode ser impossível para uns, para outros é um desafio que pode ser conquistado. Em 2013, o Brasil será o país homenageado pelo evento que é considerado o maior fomentador de rodada de negócios do setor editorial no mundo. Este foi um dos assuntos tratados pelo Diretor do Livro, Leitura e Literatura do Ministério da Cultura, Fabiano dos Santos durante a reunião do Fórum da Rede Nordeste do Livro, realizado na tarde desta quinta-feira, no auditório Monteiro Lobato no Anhembi.

Segundo Fabiano dos Santos, em breve será criado um Escritório (Grupo de Trabalho) formado por entidades representativas dos membros da cadeia do livro, Ministério da Educação e Ministério das Relações Exteriores.  A partir dessa organização, a curadoria irá pensar tanto na Feira de Frankfurt quanto na programação preparatória a ser realizada nos anos que antecedem. Ele adiantou ainda que serão criados editais ou bolsas da Fundação Biblioteca Nacional ( FBN) para tradução de livros para o alemão, para que se crie um bom acervo progressivamente.

Foi definido que o GT será formado por integrantes da Diretoria do Livro e Leitura do Ministério da Cultura, Diretoria do Ministério das Relações Exteriores, Gabinete do Ministro da Cultura, Diretoria do Ministério da Educação e do Ministério de Ciência e Tecnologia.  Além disso, haverá representantes da Cadeia Produtiva do Livro, terá assento ainda a LIBRE, ABEU, CBL, Instituto Pró-Livro, Academia Brasileira de Letras, União Brasileira dos Escritores, Movimento Literatura Urgente e Fórum da Rede Nordeste.

Mileide Flores que também esteve presente no ato da assinatura do convênio Brasil em Frankfurt, levanta a questão da participação do Fórum da Rede Nordeste neste GT. “Atendendo às discussões da bibliodiversidade, é nescessário uma maior representação da produção literária nacional. Por isso, defendo a ideia que a Rede Nordeste do Livro tenha uma representação“, explica.

Quanto a compra descentralizada, Fabiano dos Santos fez o balanço de como o MinC está atuando desde a implantação do Mais Cultura, que ampliou o número de pontos de leitura de 800 para 3 mil, a partir de contrapartidas com as prefeituras. Ele disse ainda que cada estado deverá formar uma comissão para a escolha de 50% dos títulos a serem adquiridos pela FBN, assim o ministério estará fomentando a bibliodiversidade pois as editoras locais participarão dos editais.

A valorização dos livros produzidos na região muitas vezes não acontece nos próprios locais de origem. Esta é a crítica de Lucinda Marques, da Editora IMEPH, do Ceará. “Se o Ceará nos comprasse o acervo das nossas editoras  e de outros estados do nordeste, vir para São Paulo, seria uma conseqüência. Ainda sofremos muita rejeição em nossos estados de origem”, critica.

Outra boa notícia é que será lançado também em breve um edital de fomento para as pequenas editoras e livrarias. “Precisamos ainda estudar e definir o que consideramos pequeno e médio em nosso mercado”, explica.

Para Tarciana Portella chefa da Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura, um momento como este de troca de experiências é fundamental, mas há dificuldades em reunir todos os estados. “Só temos uma maior organização do livro e leitura no Ceará e Bahia, por isso precisamos estar sempre nos articulando repassando as informações para os outros estados”, explica. Flávio Martins da Editora Conhecimento (Ceará) achou o encontro positivo, mas sentiu falta de mais participações. Estados como Recife, Rio Grande do Norte e Bahia enviaram representantes. “Se todo editor do nordeste pudesse visualizar o que está acontecendo neste momento, estaria aqui presente nessa reunião”, justifica.

Read Full Post »

Todo fim de mês, o público tem um motivo a mais para visitar a Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel: a programação cultural do projeto “Biblioteca Cidadã: de livros abertos para você”. Este mês, entre 26 e 30 de julho, as comemorações fazem alusão a passagem do Dia do Escritor (dia 25 de julho)

O equipamento cultural mais antigo do Ceará, a Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel (BPGMP), comemora a passagem o Dia do Escritor, nesta terça-feira, dia 27 de julho com atividades que seguem até a sexta-feira, dia 30 de julho. Com exposição de livros, visitas guiadas, cineclube e oficinas, a programação cultural “Biblioteca Cidadã: de livros abertos para você!” é mensal e pretende ampliar o número de visitantes, bem como aproximar os usuários e freqüentadores da casa. Todo acesso a BPGMP é gratuito.

A programação cultural começa na terça, 27, às 8 horas de quarta-feira, com a abertura de exposição de livros lançados por autores cearenses, no salão de eventos e setor infantil. Às 14h, o grupo músico-teatral Dona Zefinha realiza visitação guiada aos diversos setores. Os interessados em participar podem agendar a visita pelo telefone 3101-2548.

Os setores da Biblioteca ainda promovem diversas oficinas como cadernos afetivos (setor encadernação), leitura e escrita em Braille (setor braille), além de contação de histórias (setor infantil), cineclube com filmes baseados em livros (sala multimeios).

A festa em alusão ao Dia do Escritor se estende até a sexta-feira, dia 30. È neste dia, às 14h, que o escritor e jornalista cearense Flávio Paiva promove palestra em homenagem ao Dia do escritor batizada de “ O universo Lúdico na Infância”.

O equipamento – A Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel tem 144 anos. É o equipamento cultural mais antigo do Ceará e esconde preciosidades. Por exemplo, no setor de obras raras, considerado o quarto maior do País, estão algumas relíquias do Século XV como o “incunábulo” (termo é usado para identificar as primeiras tipografias) de 1492. O acervo, que começou com cerca de 1.700 livros e hoje tem mais de 100.000 títulos e graças ao programação de aquisições da Secretaria da Cultura, hoje possui obras atualizadas, como romances e livros técnicos. A biblioteca pública conta com o setor especial para deficientes visuais e setor com acesso a internet gratuita por uma hora para usuários cadastrados.

A Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel fica na Av. Presidente Castelo Branco, 255, Centro, ao lado do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Funciona todos os dias da semana, de 8h às 21h e aos sábados e domingos, de 14h às 18h.

Serviço

Programação cultural da Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel

Local: Av. Presidente Castelo Branco, 255, Centro
Data: de 27 a 30 de julho de 2010
Fone: (85) 3101.2548 e bibliotecacultural@secult.ce.gov.br
Entrada franca.

Programação

27/07/10- Terça- feira

08 às 21h: Exposição de livros infantis de escritores cearenses – Setor Infantil
09h às 21h: Exposição de livros de autores cearenses ganhadores de editais da SECULT – Salão de Eventos
09h e 14h: CineClube da Biblioteca apresenta: : “Crepúsculo” (EUA- 2009), filme dirigido por Chris Weitz, com duração de 130 min, gênero romance
14h: Visitação Guiada à BPGMP com o Grupo Dona Zefinha
15h:30m: Oficina de Cadernos Afetivos com Setor de Encadernação
14h às 17h: Oficina de leitura e escrita do Sistema Braille no Setor Braille
14h: Atividades recreativas com o grupo VivAção na varanda do Setor Infantil

28/07/10 – Quarta- Feira

08 às 21h: Exposição de livros infantis de escritores cearenses – Setor Infantil
09h às 21h: Exposição de livros de autores cearenses ganhadores de editais da SECULT. – Salão de Eventos
09h e 14h:Cineclube da Biblioteca apresenta: “Coração de tinta- O Livro Mágico” (EUA- 2009), filme dirigido por Iain Softley, com duração de 87 min, gênero Aventura
14h às 17h: Oficina de leitura e escrita do Sistema Braille no Setor Braille
14h: Contação de história A Viagem ao Mundo do Faz de Conta com Julia Barros

(mais…)

Read Full Post »

“O futuro das livrarias é uma questão existencial para os editores de livros de hoje (sem mencionar os livreiros!). Apesar de não ser sempre dito com todas as letras, a principal questão para a indústria editorial é que elas consigam colocar livros nas prateleiras. Todo o resto que elas fazem (e frequentemente o fazem muito bem) – selecionar, editar, desenvolver, empacotar, e promover – é um argumento fraco. E normalmente não se pode medir. Uma grande editora e um agente adicionariam a essa lista a função “financeira”: pagar adiantado para o autor escrever o livro. Mas eu diria que isso também é um argumento fraco (tem um monte de dinheiro lá fora esperando por oportunidades de investimentos) então a oportunidade da editora ser inclusive o banqueiro também depende da habilidade da editora de colocar livros nas prateleiras das livrarias”

Leia o artigo na íntegra no Site do PublishNews

Read Full Post »

“Mas, se eu não fosse escritor… O que seria eu? Alguém que fez uma viagem e esqueceu de anotar as memórias mais alegres ou angustiantes do percurso. É assim: sou escritor porque estou de passagem na Terra, realizando uma viagem e resolvi anotar o mundo. Só isto”.

(Thulin Fridman,poeta alemão)

Escrever é uma das formas mais belas e enigmáticas da expressão artística. Para muitos é uma maneira de nunca parar de sonhar, de inventar histórias no meio do mundo, ou de imaginar outros mundos. Para outros, escrever é uma forma de transformar a vida.O dia 25 de julho foi definido como dia nacional do escritor por decreto governamental, em 1960, após o sucesso do I Festival do Escritor Brasileiro, organizado naquele ano pela União Brasileira de Escritores, por iniciativa de seu presidente, João Peregrino Júnior, e de seu vice-presidente, Jorge Amado.

Programação:

– De 9 às 19 h – Feira de livros – Com o objetivo de dinamizar a comercialização de livros, envolvendo escritores, ilustradores, entidades de leitura, bibliotecas, educadores, editores, livreiros e distribuidores.

10 h – Oficina de escrita criativa – . Estimular de forma criativa, a formação do hábito de leitura e escrita,

11 h – Oficina de livros – Com o objetivo de oportunizar às pessoas de qualquer idade a construir um livro artesanal com histórias e desenhos, colagens e pintura.

 14:00 h – Maratona de Leitura – leitura coletiva. O objetivo fazer a leitura de um livro ininterrupta, desenvolvendo a prática da oralidade.

16 h – Recital poético – grupo POEMAS VIOLADOS. O grupo une a poesia à música, exaltando a função social destas duas modalidades de arte.

17:00 h – Palco aberto – poetas do Templo da Poesia – Pretendemos aglutinar grande número de poetas, promover contato entre autores e lhes dar condições de auto-expressão.

18:30 – Lançamento da Antologia Templo da Poesia

Encerramento com coquetel.

Endereço do Templo da Poesia: Rua Barão de Aratanha, 201 Centro. Esquina com Meton de Alencar.

Mais informações: Nilze Costa e Silva: 86438887 ou 3241.02.01; Ítalo Rovere: 88554289; Reginaldo Figueiredo: 86034105; Carlos Amaro: 86596809; Luana Oliveira 87598272

Read Full Post »