Programação da Rede Nordeste do Livro, Leitura e Literatura na XI Bienal Internacional do Livro do Ceará

bienal

DIA 11 (10h00 às 12:00)

FÓRUM RNELLL/FLLLEC – Panorama da indústria do livro na era Digital – Ednei  Procópio e Carlo Carrenho – Mediação: Flávio Martins

DIA 11 (14h00 às 15h50)

FÓRUM RNELLL/FLLLEC – Organizações sociais e a mediação da leitura (depoimentos de 3 ONGs que trabalham a mediação da Leitura)

DIA 11 (16h00 às 17h50)

FÓRUM RNELLL/FLLLEC – Organizações sociais e a mediação da leitura (depoimentos de 3 ONGs que trabalham a mediação da Leitura)

DIA 12 (10h00 às 12h00)

FÓRUM RNELLL/FLLLEC  – O papel das pequenas e médias editoras e livrarias na inovação do mercado editorial brasileiro: Karla Melo (Ed. Confraria do Vento, Afonso Martins (ANL), Flávio Martins (Ed. Conhecimento) –  Mediação: Mileide Flores

DIA 12 (14h00 às 15h50)

FÓRUM RNELLL/FLLLEC – O direito que ampara a literatura – da política do livro ao direito autoral: Carolina Campos e Kelsen Bravos

DIA 12 (16h00 às 17h50)

FÓRUM RNELLL/FLLLEC – O Escritor em Pauta – Cleudene Aragão, Vânia Vasconcelos e Carlos Vazconcelos

18h00

Encerramento com a retirada de um documento a ser entregue ao próximo Secretário de Cultura.

Anúncios

Clipping [ entrevista de Galeno Amorim – O Globo, Segundo Caderno, em 24/01/2011]

O Globo, Segundo Caderno, em 24/01/2011

Livros para todos

Novo presidente da Biblioteca Nacional, Galeno Amorim, que também será responsável pela gestão de políticas de leitura, pretende estimular a produção de obras mais baratas e sonha com livrarias populares

Fazer do livro um artigo acessível a todos é a grande meta do jornalista e escritor Galeno Amorim. Confirmado na última sexta-feira como novo presidente da Fundação Biblioteca Nacional (FBN), Amorim vai administrar a distribuição de obras para seis mil unidades públicas gerenciadas por prefeituras, além de traçar os rumos da oitava maior biblioteca do mundo em acervo. Ex-secretário de Cultura de Ribeirão Preto e com passagens pelo governo Lula, inclusive na FBN, ele foi incumbido pela ministra Ana de Hollanda de preparar o terreno para a criação do Instituto Nacional de Livro e Leitura.

Para isso, num primeiro momento ele vai acumular a gestão dos acervos das bibliotecas com as elaborações de políticas públicas para o setor. Entre suas metas, Amorim pretende criar um mecanismo de incentivo para que as editoras apostem em livros populares, mais baratos, a fim de alcançar os consumidores das classes C, D e E. Em entrevista ao GLOBO, ele expôs sua visão sobre direito autoral e acesso à leitura, e disse imaginar uma livraria popular nos moldes das farmácias populares.

Quais serão as prioridades de sua gestão à frente da Biblioteca Nacional?

GALENO AMORIM: Eu gostaria de acelerar o processo de inserção da Biblioteca Nacional no cenário brasileiro e também no cenário internacional. E, em outra ponta, gostaria de fortalecer o Plano Nacional do Livro e Leitura, de forma a ampliar o acesso ao livro e aumentar o índice de leitura no Brasil, que hoje é de 4,7 obras lidas por habitante por ano.

Como ampliar esse acesso?

É possível buscar com o setor privado a criação de um  livro popular. Seria um  livro mais barato, sobretudo para esse novo leitor que vem das classes C, D e E. A principal forma de acesso ao  livro é via biblioteca pública. Mas, ao mesmo tempo, é preciso criar condições para as pessoas poderem comprar um  livro mais barato. Isso é importante para o leitor, que aumenta suas possibilidades; para as editoras, que recuperam produtos fora de catálogo e podem criar subprodutos; para o autor, que pode ampliar a quantidade de exemplares; e também para as livrarias, que podem oferecer um produto diferenciado. Pode, por exemplo, haver uma livraria popular, como são as farmácias populares.

Continue lendo “Clipping [ entrevista de Galeno Amorim – O Globo, Segundo Caderno, em 24/01/2011]”

Participe da XX Feira de Livros do Sesc Roraima em Novembro

A  XX – Feira de Livros do Sesc Roraima acontecerá no Centro de Atividades do Sesc Roraima, em Boa Vista-RR, nos dias 08 a 13 de novembro de 2010.
Com um número estimado de mais de 35.000 (trinta e cinco mil) participantes, a Feira é uma oportunidade única no Norte do país para aproximar o mercado livreiro e seu público.
Aldeia Universal é o tema da Feira de 2010, e foi escolhido justamente para ampliar as possibilidades de linguagens literárias que serão apresentadas no evento. Assim, a mesma está aberta a todos os seguimentos de atuação no mercado livreiro do país.
O Estado de Roraima é região de fronteira e faz divisas com Venezuela e Guiana, por esta razão, estamos abrindo espaço aos interessados no mercado de livros desses países, o que possibilitará aos participantes oportunidades diferenciadas de contatos e negócios.
A organização da Feira oferece uma grande infra-estrutura com um apoio técnico de primeira linha para facilitar ao máximo a estada de sua marca e a venda de seus produtos no evento.
Reserve agora seu espaço!
ESTANDES
Os estandes estão disponíveis para editoras, livrarias, papelarias, bibliotecas, escolas, faculdades e outros que tenham interesse em divulgar a marca da sua empresa e fomentar suas vendas.
Essa é uma oportunidade única para melhor difundir e facilitar o acesso da clientela à produção literária no Estado de Roraima.
Os estandes estão disponíveis nas seguintes dimensões e características:
DIAMANTE:
Estandes de 25m² – 5x5m montados em material padronizado (placa TS com perfil octogonal) com 2.20m-h, sendo 10m²(5x2m) climatizado e forrado, com carpete cinza no piso já existente no local, 03(três) luminárias, 03(três) tomadas de 110v, 07(sete) meia-parede com vidro, 01(uma) mesa redonda com tampo de vidro, 04(quatro) cadeiras na cor azul ou verde, 01(um) balcão expositor com prateleira medindo (1×0.5x1m), 03(três) prateleiras, 07(sete) testeiras de sinalização medindo (1×0.5m).
Investimento: R$ 1.800,00
OURO:
Estandes de 15m² – 5x3m  montados em material padronizado (placa TS com perfil octogonal) com 2.20m-h, com carpete cinza no piso já existente no local, 03(três) luminárias, 01(uma) tomada de 110v.
Investimento: R$ 1.200,00
PRATA:
Estandes de 12m² – 4x3m, montados em material padronizado (placa TS com perfil octogonal) com 2.20m-h, com carpete cinza no piso já existente no local, 03(três) luminárias, 01(uma) tomada de 110v.
Investimento: R$ 800,00
FEIRINHA:
Espaço 1,50 x 80  em balcão de 80 cm de altura, 01 (uma) tomada de 110v.
Investimento: R$ 200,00
NOVIDADE
MODALIDADE – CONSÓRCIO DE EDITORAS
Adquira seu espaço na Feira em parceria com outras editoras de pequeno e médio porte.
Funciona assim: Sua editora se une a mais 03 editoras e adquire  01 estande na categoria PRATA. Cada editora investirá apenas o valor de R$ 300,00 (trezentos reais).  Além desse desconto, a organização oferece a seguinte facilidade: 02 (dois) atendentes, sem nenhum custo adicional, para receber seu material e efetuar as vendas  durante a realização da Feira e também providenciar o envio dos livros não comercializados*
Obs.: Alternativas de espaço e estandes personalizados poderão ser negociados com a organização da Feira.
(anexo – croqui da distribuição de espaço)
informações e vendas
095 3621 3939
fpinheirodasilva@sescrr.com.br
donadulcineia@hotmail.com.br
* o custo do envio é por conta da Editora.

Assembleia do Fórum

Fórum de Literatura e Leitura do Estado do Ceará

Convite   

    
O Conselho Administrativo do Fórum de Literatura e Leitura do Estado do Ceará comunica que haverá Assembleia na próxima segunda-feira, 1 de março, às 18h30min, no auditório da Biblioteca Pública Menezes Pimentel.
Ressaltamos a importância da presença de todos envolvidos na Cadeia do Livro para que possamos fortalecer o FLLEC e tornar a discussão cada vez mais democrática, na busca de concretizar os projetos de incentivo a nossa literatura.
 
 Pauta

1.      Bienal Internacional do Livro do Ceará: Discussão sobre os critérios para utilização do Stand Gratuito para exibição das obras de autores independentes e pequenas editoras do nordeste durante o evento.
2.      Apresentação da Carta do Fórum de Literatura e Leitura do Estado do Ceará, elaborada a partir das informações coletadas durante o “Seminário do Autor ao Leitor – Caminhos do Livro e da Literatura” , realizado em setembro/2009.
3.      Informes: Os resultados da Videoconferência e Assembleia Setorial do Livro e da Leitura, realizada no dia 25 de janeiro no BNB