Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Direitos autorais’ Category

A VII Feira do Livro Infantil de Fortaleza divulga, nesta segunda-feira, 11/4, a lista de expositores que farão parte do evento, que acontece de 8 a 11 de julho, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Por meio da Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) e Ministério da Cultura (MinC), a VII Feira do Livro Infantil de Fortaleza tem o patrocínio da Coelce e Endesa Fortaleza, com realização da Casa da Prosa. Constam, entre os 30 expositores, 25 editores, dois livreiros e três agremiações literárias. Confira a lista abaixo.

A escolha dos selecionados considerou a qualidade e relevância literária de suas publicações para o público infantil e juvenil. A participação dos expositores na VII Feira do Livro Infantil de Fortaleza será gratuita. Quem ganha com isso é o leitor, que terá desconto garantido de até 40% nos livros.

Conhecida por ser uma feira popular e por primar pela democratização do acesso ao Livro e Leitura, a Feira do Livro Infantil de Fortaleza vem cheia de novidades, neste ano. Uma delas é o Adote Leitores, campanha de investimento colaborativo que pretende beneficiar 2.000 crianças e jovens de escolas públicas com vales-leitura para trocar por livros durante o evento.

O agendamento para visitação escolar à VII Feira do Livro Infantil iniciará 18 de abril, dia Nacional do Livro Infantil.

Confira a lista dos expositores:

Academia de Letras de Crateús (CE)

Academia de Letras Juvenal Galeno (CE)

Aletria (MG)

Armazém da Cultura (CE).

Boitempo Editorial (SP)

Carochinha (SP)

Casa da Prosa (CE)

Cordelaria Flor da Serra (CE)

Cuca Fresca (SC)

Edições Demócrito Rocha (CE)

Editora 34 (SP)

Gibiteria Fanzine (CE)

Giostri (SP)

Gráfica e Editora Assis Almeida (CE)

IMEPH (CE)

Livraria Feira do Livro (CE)

LIBRE (SP) – Oficina Raquel, Quatro Cantos, Bambolê, Nitipress, Cobogó e Memória Visual

Ludis Editora (CE)

Moderna (SP)

Paulinas (SP)

Paulus (SP)

Polo de Leitura Jangada Literária (CE)

Premius Editora (CE)

R & F editora (GO)

Vieira & Lent (RJ)

Fonte: Secult-CE

Read Full Post »

O Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC), principal órgão colegiado do Ministério da Cultura (MinC) de participação popular para construção de políticas públicas, abre nesta segunda-feira (17) as inscrições para eleitores e candidatos para compor seus Colegiados Setoriais e o Plenário do conselho. O prazo de inscrições se encerra em 26 de setembro.
As inscrições poderão ser feitas por meio da plataforma digital . Por este canal, os interessados poderão se inscrever para votar ou para se candidatar nos seguintes Colegiados: Arquitetura e Urbanismo; Arquivos; Arte Digital; Artes Visuais; Artesanato; Circo; Culturas Afro-Brasileiras; Culturas Populares; Dança; Design; Literatura, Livro e Leitura; Moda; Música; Patrimônio Imaterial; Patrimônio Material; e Teatro.
Os Colegiados Setoriais são instâncias que compõem o CNPC, formadas por 40 integrantes, dos quais 30 são da sociedade civil (15 titulares e 15 suplentes) e 10 do Poder Público (divididos em cinco titulares e cinco suplentes).
Podem fazer parte do processo eleitoral do CNPC pessoas físicas, brasileiras ou estrangeiras naturalizadas com atuação nas áreas técnico-artistas. Os interessados poderão se inscrever na condição de eleitores (maiores de 16 anos) e/ou candidatos (maiores de 18), mediante cadastro na plataforma.
As inscrições também serão aceitas nos encontros presenciais, que serão realizados nas 27 unidades da Federação, no período de 8 a 26 de setembro.  Os encontros favorecerão o debate, a apresentação dos candidatos e contarão com pontos de acesso à plataforma para inscrições e votação.

Votação

O período de votação será de 8 de setembro a 7 de outubro, quando os inscritos poderão votar a distância pela plataforma digital ou nos 27 encontros presenciais. A votação se dará em duas etapas: a estadual e a nacional. Os resultados serão disponibilizados com ampla divulgação nos canais de comunicação do MinC e na plataforma digital do CNPC.
A plataforma possui fóruns de debates organizados por setorial e por unidade da Federação. Cada eleitor inscrito só poderá votar em um candidato de uma área específica de uma unidade da Federação. A etapa estadual elegerá delegados para os Fóruns Setoriais Nacionais.
Para a etapa estadual, será divulgada uma lista com todos os candidatos inscritos, dividido por Setorial e por Unidade da Federação.
No avançar dos debates, o eleitor poderá mudar seu voto uma única vez e trocar de candidato a partir do dia 27 de setembro – uma novidade em relação à eleição passada.
Na segunda etapa, a nacional, os candidatos mais votados nos estados e no Distrito Federal e os 15 integrantes da antiga formação dos Colegiados Setoriais habilitados irão escolher entre si os ocupantes das 30 vagas de representação da sociedade civil.
Números de delegados e cotas
Outra novidade do edital de 2015 é a possibilidade de cada setorial eleger, por Unidade da Federação, de um a três delegados para o Fórum Nacional. O total irá variar conforme o número de participantes inscritos presentes nos Encontros Estaduais. De 3 a 30 inscritos presentes, será eleito um delegado para o Fórum Nacional. De 31 a 99 inscritos presentes, serão dois delegados estaduais e, a partir de 101 inscritos presentes, serão eleitos três delegados para o Fórum Nacional.
Com relação às cotas, vai variar até o número de três vagas. Em casos de unidades da Federação com apenas uma vaga, será eleito o delegado estadual mais votado. Se houver uma segunda vaga, será destinada a uma mulher ou afro-brasileiro mais votado. Caso haja uma terceira vaga, ela será destinada ao próximo mais votado e não contemplado com a segunda vaga.
Resultados
Dentro desse processo eleitoral, estão programados Fóruns Nacionais Setoriais, que serão realizados no Rio de Janeiro (RJ), em Brasília (DF) e em Serra Talhada (PE), nos quais serão concluídas as eleições e divulgados os resultados.
Dúvidas
Para tirar dúvidas sobre o processo, a coordenação do CNPC do Ministério da Cultura oferece uma série de canais. A plataforma digital dispõe de “Fale Conosco” ; a Secretaria de Articulação Institucional (SAI) do MinC também atenderá demandas pelas redes sociais (Facebook e Twitter);  pelo e-mail ; por meio do aplicativo de celular WhatsApp,  número (61) 9241 0630 e para atendimento por telefone por (61) 2024 2186.

Atenção às datas:

Período de inscrições: 17/08/2015 a 26/09/2015.
Período de votação: 8/09/2015 a 7/10/2015.
Encontros setoriais nas 27 unidades da Federação: de 8 a 26/9/2015.  (Calendário dos eventos será divulgado em breve).
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura

Read Full Post »

 

participeNo próximo dia 11/09, a partir das 9 horas, a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará realiza, no auditório de sua sede, a etapa estadual para escolha dos novos integrantes dos Colegiados Setoriais e do Plenário do ConselhoNacional de Política Cultural (CNPC). O organismo é o principal órgão colegiado do Ministério da Cultura (MinC) de participação popular para construção de políticas públicas.

Os interessados poderão se inscrever para votar ou para se candidatar nos seguintes Colegiados: Arquitetura e Urbanismo; Arquivos; Arte Digital; Artes Visuais; Artesanato; Circo; Culturas Afro-Brasileiras; Culturas Populares; Dança; Design; Literatura, Livro e Leitura; Moda; Música; Patrimônio Imaterial; Patrimônio Material; e Teatro.

Os Colegiados Setoriais são instâncias que compõem o CNPC, formadas por 40 integrantes, dos quais 30 são da sociedade civil (15 titulares e 15 suplentes) e 10 do Poder Público (divididos em cinco titulares e cinco suplentes).

Podem fazer parte do processo eleitoral do CNPC pessoas físicas, brasileiras ou estrangeiras naturalizadas com atuação nas áreas técnico-artísticas. Os interessados poderão se inscrever na condição de eleitores (maiores de 16 anos) e/ou candidatos (maiores de 18). Além da opção durante o processo presencial do próximo dia 11, as inscrições também podem ser feitas pelo link cultura.gov.br/votacultura/. O prazo de inscrições se encerra em 26 de setembro.

Uma das novidades do edital de 2015 é a possibilidade de cada setorial eleger, por Estado, de um a três delegados para o Fórum Nacional. O total irá variar conforme o número de participantes inscritos presentes nos Encontros Estaduais. De 3 a 30 inscritos presentes, será eleito um delegado para o Fórum Nacional. De 31 a 99 inscritos presentes, serão dois delegados estaduais e, a partir de 101 inscritos presentes, serão eleitos três delegados para o Fórum Nacional.

Com relação às cotas, vai variar até o número de três vagas. Em casos de unidades da Federação com apenas uma vaga, será eleito o delegado estadual mais votado. Se houver uma segunda vaga, será destinada a uma mulher ou afro-brasileiro mais votado. Caso haja uma terceira vaga, ela será destinada ao próximo mais votado e não contemplado com a segunda vaga.

 

Etapa Estadual do Processo Eleitoral CNPC Eleições 2015  

9 h – Abertura para votação e inscrição presencial de candidatos

12 h – Término do período de cadastro de candidatos

13 h – Horário de homologação e divulgação de novos candidatos

14 h às 15 h – Roda de conversa e palestra: “Participação Social na Gestão Cultural“. Atividadesculturais locais, votação e atendimento aos colegiados presentes até às 18 horas.

SERVIÇO:

Escolha do novo Conselho Nacional de Política Cultural do Minc

Etapa Ceará

Dia 11/09

Às 9 horas

Auditório da Secult (Rua Major Facundo, nº 500)

 

MAIS INFORMAÇÕES E DÚVIDAS:

Para tirar dúvidas sobre o processo, a coordenação do CNPC do Ministério da Cultura oferece uma série de canais. A plataforma digital dispõe de “Fale Conosco” ; a Secretaria de Articulação Institucional (SAI) do MinC também atenderá demandas pelas redes sociais (Facebook e Twitter);  pelo e-mail ; por meio do aplicativo de celular WhatsApp,  número (61) 9241 0630 e para atendimento por telefone por (61) 2024 2186.

Read Full Post »

CARAVANACULT

Em parceria com a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), a Fundação Nacional das Artes (Funarte) realiza na próxima terça-feira, dia 21, em Fortaleza, o primeiro encontro da Caravana das Artes no País. A ação envolve uma série de debates que o Ministério da Cultura (MinC) e a Funarte farão nas 27 unidades da Federação, com o objetivo de coletar contribuições da sociedade civil para a construção da Política Nacional das Artes (PNA). Na Capital, serão realizados ao longo dia encontros específicos para levantar e debater propostas de políticas públicas para as artes visuais, dança, circo, literatura, música e teatro.

A abertura do evento será às 10h, no Teatro Dragão do Mar. A solenidade de abertura contará com a presença do presidente da Funarte, Francisco Bosco, do diretor do Centro de Artes Cênicas da Funarte, Leonardo Lessa, de representantes das secretarias estadual e municipal de Cultura e de outras autoridades locais. O artista plástico Yuri Firmeza foi convidado para fazer uma palestra sobre os desafios da política para as artes contemporâneas.

Francisco Bosco explicará como está sendo desenvolvido o processo participativo da elaboração da PNA, que parte dos estudos e discussões realizados nos últimos 10 anos pelos Colegiados Setoriais, formados por técnicos do Ministério da Cultura (MinC) e representantes da sociedade civil. A PNA deverá se constituir em um conjunto de políticas atualizadas, fundamentadas e duradouras para as artes no País.

No período da tarde, das 14 às 18h, serão realizadas seis reuniões separadas com artistas e produtores culturais, para debater propostas para as seis linguagens artísticas. As discussões serão conduzidas por um grupo de articuladores escolhidos pelo MinC pela competência e atuação profissional na articulação e no debate político no campo de suas respectivas linguagens. São eles:  Cacá Machado (música), Jacqueline Medeiros (artes visuais), Júnior Perim (Circo), Marcelo Bones (Teatro), Rui Moreira (Dança) e Sérgio Cohn (Literatura).

“Cada articulador do PNA será responsável por coordenar os encontros, as rodas de conversa que vão discutir, a partir dos planos setoriais de cada área, as propostas e necessidades das artes contemporâneas”, informou a articuladora Jacqueline Medeiros, que atua e conhece o cenário cultural cearense.

Nas próximas edições da Caravana das Artes, além dois seis articuladores escolhidos pelo MinC, também estarão presentes seis consultores, que estão sendo selecionados por meio de edital da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Em função do grande número de inscritos, a seleção dos consultores ainda está em processo.

Além das caravanas, a participação da sociedade civil se dará ainda nas contribuições via internet na plataforma www.culturadigital.br/pna, nos encontros setoriais e nos seminários temáticos que farão parte da construção da Política Nacional das Artes.

Seminário “Participação Social 
na Gestão Cultural” com Vinicius Wu

Além da Caravana das Artes da Funarte, também no dia 21 acontecerá o “Seminário Participação Social na Gestão Cultural”, da SAI/MinC, das 18h às 21h, com a presença de Vinicius Wu, Secretário de Articulação Institucional do Ministério da Cultura. Será apresentado a proposta e o calendário do processo Eleitoral do CNPC, para renovação dos Colegiados Setoriais e representantes da Sociedade Civil das áreas técnico-artísticas e do Patrimônio Cultural no Conselho Nacional de Política Cultural – CNPC, para o período de 2015 a 2017, por meio dos Fóruns Nacionais Setoriais, que serão realizados de maneira descentralizada e presencial. O Seminário ocorre no Teatro Carlos Câmara, logo após o fim das atividades da Caravana da Funarte.

SERVIÇO:

Caravana das Artes no Ceará 

Abertura:10h

Local: Teatro do Centro Dragão do Mar

Reuniões para debater propostas para as linguagens artísticas – 14h às 18h 

Literatura (http://www.cultura.gov.br/pnll)
Local: Espaço Estação, na Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel (Rua 24 de Maio, 60, Centro)
Mais informações com Mileide Flores (
Coordenadora de Políticas de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas/SECULT-CE – email: mileide.secult@gmail.com – Fone 1: 55.85 3101 6794 – Fone 2: 55.85 97673277 -Facebook: facebook.com.br/mileideflores – skype: mileide.flores1)

Artes Visuais

Local: Cento Cultural Banco do Nordeste (Rua Conde D’eu, 560, Centro)

Circo

Local: Casa Juvenal Galeno (na Rua Gen. Sampaio, 1128)

Dança

Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221, Centro)

Música

Local:  Museu da Indústria (Rua Dr. João Moreira, 143 – Centro)

Teatro

Local: Teatro Carlos Câmara (Rua Senador Pompeu, 454 – Centro)

Seminário Participação Social na Gestão Cultural

Das 18 às 21 horas

Local: Teatro Carlos Câmara (Rua Senador Pompeu, 454 – Centro)

Fonte: MinC

Read Full Post »

A relação de projetos selecionados no programa Bolsas de Fomento à Literatura foi publicada nesta terça (12) no Diário Oficial da União, seção 3, página 8. Foram ofertadas 95 bolsas e selecionados 83 projetos entre 928 inscritos, com aporte total de R$ 1,8 milhão. A primeira fase de seleção aprovou 700 propostas.

A publicação divulgou também a lista dos classificados e desclassificados. Os pedidos de reconsideração deverão ser enviados até o dia 14 de maio, exclusivamente por meio eletrônico, para bolsa.literatura@cultura.gov.br.

Lançado em 2014, o edital teve como objeto a concessão de bolsas para fomentar a literatura brasileira por meio de apoio ao desenvolvimento de projetos nos campos da criação, circulação e difusão, formação e pesquisa.

De acordo com a Diretoria do Livro, Leitura Literatura e Bibliotecas do MinC (DLLLB), o programa foi criado para fortalecer a cadeia criativa do livro com foco em incentivar a criação, a produção e a difusão literária nacional; fomentar a formação e a sustentabilidade de escritores brasileiros; valorizar e promover a bibliodiversidade; apoiar a pesquisa no campo da literatura brasileira; e estimular a fruição e a leitura literária.

(Leia mais no site do Ministério da Cultura)

Read Full Post »

Partiu Pipol, poeta, criador e editor do Portal Cronópios, neste 16 de abril de 2015. Assim à revelia de  qualquer anuência. De supetão. De surpresa sem graça. O poeta, romancista, editor e amigo Carlos Emílio C. Lima escreveu no FaceBook um manifesto que reproduzimos (com sua autorização) aqui: 

Carlos Emílio, Ivaldo Ribeiro Filho e Pipol na Bienal Internacional do Livro do Ceará. Fonte: Portal Cronópios

Carlos Emílio, Ivaldo Ribeiro Filho e Pipol na Bienal Internacional do Livro do Ceará. Fonte: Portal Cronópios

“Pipol…

o Monteiro Lobato, editor eletrônico do século XXI, criou (ao lado de Edson Cruz) com o Cronópios a nova Editora Nacional, adequada aos novos tempos, os da internet. Era paulista, também nascido numa cidade do interior do estado, como Lobato, visionário e prático ao mesmo tempo, amava toda a intrepidez dinâmica dos americanos, mas adaptando as qualidades que prezava nesse povo ao mundo brasileiro. Fez tanto pela literatura brasileira com seu portal editorial internético neste século atual quanto o intrépido Lobato fez no século XX com sua editora de livros de papel. Uma perda irreparável para a literatura brasileira, organizou o melhor sítio literário de cultura brasileira do século XXI. Cronópios é de longe o portal central da literatura nacional contemporânea. O portal, o Portao. O melhor suplemento literário, muito melhor que todos os pérfidos, segregadores e vendidos suplementos literários dos jornalões e de nossas pobres revistas coloridas nacionais. Inigualável, não tem nada igual, o tesouro literário do século, com nele editados todos os bons escritores, poetas e ensaístas do país de todos os estados brasileiros, democrático, amplo, meticuloso, panorâmico, honestíssimo, antológico e geral. O principal é que tudo isso não se esboroe, essa coisa fantástica que é o Cronópios.

Onde estão numa hora dessas os responsáveis pela política literária do Minc, onde está o Ministro? Tinha que fazer uma homenagem, prestar condolências à família de Cronópios Pipol, aos amigos, ao país eletrônico literário paralelo ao Brasil, país etéreo e tão mais real e concreto que ele criou, editou, paginou, limou, dirigiu e arquitetou. Algo tem que ser feito para que esse tesouro essencial e o mais precioso da cultura literária brasileira do século XXI seja preservado para sempre. Aqui não tinha patota, preconceitos regionais, igrejinhas, conchavos, boicotes, parcialidades, hegemonias de editoras pavoas. Faço um apelo a todos os amigos, colaboradores, leitores de Cronópios, e de Pipol, esse poeta singular. Que todo o Cronópios permaneça online em constante presente infinito.

Carlos Emílio C. Lima”

Read Full Post »

unnamed (1)

Read Full Post »

Older Posts »