Pelo segundo ano consecutivo, a Secretaria Municipal de Educação promove o Dia D da Leitura. Um dia pleno de contação de histórias, personagens da literatura e brincadeiras com letras e palavras para a alegria dos pequenos leitores. A presença de escritores e mediadores da leitura foi um momento bem divertido e revelador, os leitores se surpreendiam ao encontrar o autor da história de alguns livros. 

 
 
Andreia Nunes Cavalcanti explica que o evento ocorrido no dia 26 de abril, de 8h às 16 horas,  na Casa de José de Alencar, equipamento cultural do estado, demarcou a abertura da semana da leitura. Essa ação cultural, que recebeu cerca de 800 crianças da Educação Infantil das escolas públicas de Fortaleza, será replicada em todas as escolas ao longo da semana.
 
 
Depoimento de Andreia Nunes, da Educação Infantil.

Conversa com autores, Ana Paula Sancho, Kelsen Bravos e Amália Simonetti

Acontecimento dos mais importantes, a presença de autores de literatura infantil para conversar com a criançada. Uma oportunidade em que leitores e os criadores das histórias que habitam a biblioteca da escola se encontram, o resultado é brilho no olhar, alegria geral.  Foi caso do encontro com Ana Paula Sancho – além de escritora, excelente mediadora – a contação de história foi a tônica do encontro, o mesmo se deu com a entusiasta da alfabetização infantil  Amália Simonetti.

Kelsen Bravos

Com Kelsen Bravos, o papo foi com livro na mão e leitura, interação e festa. Apresentou os títulos já publicados e foi escolhido um para tematizar o momento do encontro. O livro da vez foi Cruck, crock, creck, crick… CRACK! Que trata de forma delicada o grave problema das drogas com atenção especial ao crack.
A meninada convicta e em festa falou:
Cruck, crock, creck, crick, CRACK… TÔ FORA!

Ana Paula Sancho

Encenando o cangaceiro Lampião, a autora Ana Paula Sancho contou a história do seu livro A tocaia de Lampião e dos seres encantados, escrito no melhor estilo do cordel. Um livro publicado na Coleção Paic – Prosa e Poesia.

 

Amália Simonetti

Uma das que ajudou a constituir o Programa Alfabetização na Idade Certa, a professora Amália Simonetti, que também é autora de literatura para crianças, marcou presença com sua roupa com a árvore de histórias.

As mediadoras da leitura da SME

Na melhor expressão do que eu chamo de Pedagogia do Exemplo, as professoras formadoras da Educação Infantil do PAIC da SME de Fortaleza fizeram o encerramento do Dia D da Leitura na Casa de Jose de Alencar com um mix das histórias clássicas em que enredaram uma série de acontecimentos que atiçaram o estranhamento e a curiosidade da meninada. Foi tudo muito lindo!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s