Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \29\UTC 2016

 Pelo segundo ano consecutivo, a Secretaria Municipal de Educação promove o Dia D da Leitura. Um dia pleno de contação de histórias, personagens da literatura e brincadeiras com letras e palavras para a alegria dos pequenos leitores. A presença de escritores e mediadores da leitura foi um momento bem divertido e revelador, os leitores se surpreendiam ao encontrar o autor da história de alguns livros. 

 
 
Andreia Nunes Cavalcanti explica que o evento ocorrido no dia 26 de abril, de 8h às 16 horas,  na Casa de José de Alencar, equipamento cultural do estado, demarcou a abertura da semana da leitura. Essa ação cultural, que recebeu cerca de 800 crianças da Educação Infantil das escolas públicas de Fortaleza, será replicada em todas as escolas ao longo da semana.
 
 
Depoimento de Andreia Nunes, da Educação Infantil.

Conversa com autores, Ana Paula Sancho, Kelsen Bravos e Amália Simonetti

Acontecimento dos mais importantes, a presença de autores de literatura infantil para conversar com a criançada. Uma oportunidade em que leitores e os criadores das histórias que habitam a biblioteca da escola se encontram, o resultado é brilho no olhar, alegria geral.  Foi caso do encontro com Ana Paula Sancho – além de escritora, excelente mediadora – a contação de história foi a tônica do encontro, o mesmo se deu com a entusiasta da alfabetização infantil  Amália Simonetti.

Kelsen Bravos

Com Kelsen Bravos, o papo foi com livro na mão e leitura, interação e festa. Apresentou os títulos já publicados e foi escolhido um para tematizar o momento do encontro. O livro da vez foi Cruck, crock, creck, crick… CRACK! Que trata de forma delicada o grave problema das drogas com atenção especial ao crack.
A meninada convicta e em festa falou:
Cruck, crock, creck, crick, CRACK… TÔ FORA!

Ana Paula Sancho

Encenando o cangaceiro Lampião, a autora Ana Paula Sancho contou a história do seu livro A tocaia de Lampião e dos seres encantados, escrito no melhor estilo do cordel. Um livro publicado na Coleção Paic – Prosa e Poesia.

 

Amália Simonetti

Uma das que ajudou a constituir o Programa Alfabetização na Idade Certa, a professora Amália Simonetti, que também é autora de literatura para crianças, marcou presença com sua roupa com a árvore de histórias.

As mediadoras da leitura da SME

Na melhor expressão do que eu chamo de Pedagogia do Exemplo, as professoras formadoras da Educação Infantil do PAIC da SME de Fortaleza fizeram o encerramento do Dia D da Leitura na Casa de Jose de Alencar com um mix das histórias clássicas em que enredaram uma série de acontecimentos que atiçaram o estranhamento e a curiosidade da meninada. Foi tudo muito lindo!

Read Full Post »

A VII Feira do Livro Infantil de Fortaleza traz uma novidade. Trata-se da Campanha ADOTE LEITORES. O objetivo é, por meio de financiamento coletivo, beneficiar 2.000 crianças e jovens de escolas públicas com vales-leitura, no valor de R$15,00 para serem trocados por livros em qualquer um dos estandes expositores (ver no final a lista de expositores).

 

adote leitores

A intenção é arrecadar R$30.000,00 e assim colaborar para formação leitora de 2.000 crianças e jovens de escolas públicas. Mas, “para deixar a torcida bem animada”, a organização da VII Feira do Livro Infantil de Fortaleza escalonou o total em quatro etapas, tendo cada uma de beneficiar 500 leitores.

Desafio e recompensa

Cada um dos cem primeiros que colaborarem com 50 reais recebe um ingresso para o show de Paulinho Moska. A feira acontece de 08 a 11/06 de 2016. O show será no encerramento da Feira, dia 11 de junho, às 19h, no anfiteatro do Dragão do Mar, em Fortaleza. O anúncio e a entrega dos ingressos e de outras recompensas ocorrem nos dias 8, 9, 10 e 11, das 8h às 17h, no local da VII Feira do Livro Infantil de Fortaleza.

Tudo ou nada!

Avisam os organizadores: “a nossa campanha é tudo ou nada. Se alcançarmos a primeira meta, você receberá a sua recompensa, caso contrário, a sua colaboração será devolvida. Mas fique tranquilo, porque juntos somos mais fortes e a nossa campanha Adote Leitores será um sucesso com a sua cooperação!” – incentivam.

Como colaborar:

Para conferir as opções e a forma de colaboração, acesse: benfeitoria.com/adoteleitores .

Veja as editoras participantes da VII Feira do Livro Infantil de Fortaleza: Expositores

Promova a leitura: ADOTE LEITORES!

__________________
Mais informações: (85)3252-3343/98526-1201
flivrofortaleza@gmail.com

Read Full Post »

editais-snc-header-3-624x293O Ministério da Cultura (MinC) divulgou, nesta quarta-feira (13), o resultado preliminar do edital de fortalecimento do Sistema Nacional de Cultura e do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas, que destinará R$ 4,2 milhões para a instalação e modernização de bibliotecas públicas municipais.

 Candidatos não selecionados têm dois dias úteis a partir da data de hoje para impetrarem recurso, que deve ser encaminhado exclusivamente para o email: snbp.snc@cultura.gov.br, por meio do formulário disponível nesta página.
 Coordenado pela Diretoria de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB) do MinC, o edital é divido em três categorias: A – destinada a municípios com até 50 mil habitantes; B – para municípios de 50.001 habitantes até 200 mil habitantes; e C – a municípios com mais de 200 mil habitantes.
 Os municípios inscritos concordaram em participar com contrapartida financeira para a conclusão da ação no local. O montante varia de acordo com o valor de cada categoria, conforme a tabela abaixo.
Categoria Valor total disponível Quantidade de iniciativas/projetos selecionados Valor de repasse (MinC) Valor de contrapartida (município) Valor total do projeto
A – Municípios com até 50 mil habitantes R$ 800 mil 8 R$ 100 mil R$ 25 mil R$ 125 mil
B – Municípios com 50.001 a 200 mil habitantes R$ 1,4 milhão 5 R$ 280 mil R$ 70 mil R$ 350 mil
C- Municípios com mais de 200 mil habitantes R$ 2 milhões 4 R$ 500 mil R$ 125 mil R$ 625 mil
Puderam participar do edital projetos de instalação e/ou modernização de bibliotecas públicas municipais que atendam pelo menos um dos seguintes objetivos: ação cultural; aquisição de bens; serviços; formação de pessoal; mobilização e manutenção. Os critérios como gestão, adequação de viabilidade e impacto cultural e social para a comunidade foram usados para a seleção dos projetos. O edital não contempla execução de obras ou reformas.
Próxima etapa
 Após a análise de eventuais recursos, haverá a etapa de homologação do resultado final, na qual ocorrerá uma convocação para que os selecionados inscrevam seus projetos no Portal de Convênios do governo federal (Siconv).
Resultado preliminar – REGIÃO NORDESTE
Projetos selecionados

Biblioteca para Todos
Secretaria de Cultura e Turismo de Itaitinga – Itaitinga (CE)

Biblioteca cidadã: livros abertos, livres sentidos
Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante – São Gonçalo do Amarante (CE)

Modernização da Biblioteca Municipal João Paulo II
Prefeitura Municipal de MERUOCA-SECRETARIA DE CULTURA –  Meruoca (CE)

PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DA BIBLIOTECA RURAL DO PASCOAL
Prefeitura Municipal de Pacajus – Pacajus (CE)

Modernização da Biblioteca Pública Municipal Crato – CE
Prefeitura Municipal de Crato – Crato (CE)

Projetos não selecionados 

Estimular o aprender: acessibilidade e inclusão
Prefeitura Municipal de Jaguaruana – Jaguaruana (CE)

MODERNIZAÇÃO DA BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL RUI BARBOSA
Prefeitura Municipal de Aracoiaba – Aracoiaba (CE)

Modernização da Biblioteca Pública Municipal de Pentecoste – CE
Prefeitura Municipal de Pentecoste – Pentecoste (CE)

Biblioteca Pública de Qualidade: Fortalecimento e Modernização da Biblioteca Pública Municipal Agnelo Rodrigues de Melo.
Secretaria Municipal de Cultura de Lagoa da Canoa / Fundo Municipal de Cultura – Lagoa da Canoa (AL)

Fortalecimento da Biblioteca Pública Caraubense
Prefeitura Municipal de Caraúbas – Caraúbas (RN)

Melhor Contexto
Prefeitura Municipal de Crateús – Crateús (CE)

SARAU NA BIBLIOTECA PÚBLICA CECÍLIO TIBURTINO
Prefeitura Municipal de Serra Talhada – Serra Talhada (PE)

Modernização da Biblioteca Pública Municipal Professor José Silva Novo da Prefeitura Municipal de Trairi
Estado do Ceará Prefeitura Municipal de Trairi – Trairi (CE)

PROJETO DE MODERNIZAÇÃO DA BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL GÓES CALMON
Prefeitura Municipal de Santo Amaro – Santo Amaro (BA)

Modernização da Biblioteca Pública Municipal Deputado Manoel Rodrigues dos Santos do Municípío de Viçosa do Ceará
Prefeitura Municipal de Viçosa do Ceará – Viçosa do Ceará (CE)

Nas páginas, nas linhas e na história da Biblioteca Municipal Ney Pontes
Prefeitura Municipal de Mossoró – Mossoró (RN)

 Fonte: MinC-Nordeste

Read Full Post »

A VII Feira do Livro Infantil de Fortaleza divulga, nesta segunda-feira, 11/4, a lista de expositores que farão parte do evento, que acontece de 8 a 11 de julho, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Por meio da Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) e Ministério da Cultura (MinC), a VII Feira do Livro Infantil de Fortaleza tem o patrocínio da Coelce e Endesa Fortaleza, com realização da Casa da Prosa. Constam, entre os 30 expositores, 25 editores, dois livreiros e três agremiações literárias. Confira a lista abaixo.

A escolha dos selecionados considerou a qualidade e relevância literária de suas publicações para o público infantil e juvenil. A participação dos expositores na VII Feira do Livro Infantil de Fortaleza será gratuita. Quem ganha com isso é o leitor, que terá desconto garantido de até 40% nos livros.

Conhecida por ser uma feira popular e por primar pela democratização do acesso ao Livro e Leitura, a Feira do Livro Infantil de Fortaleza vem cheia de novidades, neste ano. Uma delas é o Adote Leitores, campanha de investimento colaborativo que pretende beneficiar 2.000 crianças e jovens de escolas públicas com vales-leitura para trocar por livros durante o evento.

O agendamento para visitação escolar à VII Feira do Livro Infantil iniciará 18 de abril, dia Nacional do Livro Infantil.

Confira a lista dos expositores:

Academia de Letras de Crateús (CE)

Academia de Letras Juvenal Galeno (CE)

Aletria (MG)

Armazém da Cultura (CE).

Boitempo Editorial (SP)

Carochinha (SP)

Casa da Prosa (CE)

Cordelaria Flor da Serra (CE)

Cuca Fresca (SC)

Edições Demócrito Rocha (CE)

Editora 34 (SP)

Gibiteria Fanzine (CE)

Giostri (SP)

Gráfica e Editora Assis Almeida (CE)

IMEPH (CE)

Livraria Feira do Livro (CE)

LIBRE (SP) – Oficina Raquel, Quatro Cantos, Bambolê, Nitipress, Cobogó e Memória Visual

Ludis Editora (CE)

Moderna (SP)

Paulinas (SP)

Paulus (SP)

Polo de Leitura Jangada Literária (CE)

Premius Editora (CE)

R & F editora (GO)

Vieira & Lent (RJ)

Fonte: Secult-CE

Read Full Post »

A 8ª edição do Prêmio Viva Leitura contemplou com o prêmio de R$ 25 mil iniciativas de Belém (PA), Porto Alegre (RS), Brasília (DF) e Santa Cruz do Sul (RS), dentro das quatro categorias que compõem a premiação. Além deles, outros cinco projetos conquistaram a menção honrosa José Mindlin.
 
Houve um total de 1.467 projetos inscritos nas quatro categorias. Na categoria 1, Biblioteca Viva, o projeto vencedor foi o da Biblioteca Pública Municipal Avertano Rocha, intitulado Tornar visíveis os invisíveis, um desafio instigante: experiência da Biblioteca Pública Municipal Avertano Rocha e do Centro Pop. O espaço, localizado no pequeno distrito de Icoaraci, no município de Belém, conseguiu atrair população em situação de rua, que passou a participar de diferentes atividades na biblioteca: oficinas, exibição de filmes, saraus literários e empréstimo de livros e CDs. Um dos fatores para essa atração foi a pactuação de confiança de empréstimos sem exigência de comprovante de residência.
 
Na categoria 2, Escola Promotora de Leitura, o primeiro lugar ficou com a Escola Municipal de Ensino Fundamental Leocádia Felizardo Prestes, estabelecimento de ensino pertencente à Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre (RS). O projeto Pacto pela Leitura – Formação de Pais Leitores, coordenado pelas professoras Cláudia Sepé e Sandra Holleben, levou os pais dos alunos de uma área de grande vulnerabilidade social a participar ativamente das atividades de leitura com os filhos em fase de alfabetização. O intuito era tornar a leitura uma prática que não se esgotava na escola, o que impulsionou os adultos a voltar a ler e acompanhar seus filhos.
 
Na categoria 3, Territórios da Leitura, quem levou o prêmio foi o projeto Literatura Cura, do Instituto Chamaeleon, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) de Brasília que usa a leitura como instrumento para ajudar a curar traumas com crianças e adolescentes vítimas de abuso e violência sexual, bem como em mulheres vítimas de agressão moral e psicológica. Atividades como curso e oficinas de contação de histórias, produção de textos, criação de poesia e leitura dramática foram realizadas no espaço com acompanhamento de psicólogos e pedagogos capacitados para o gerenciamento e acompanhamento dessas ações.
 
E na categoria 4, Cidadão Promotor de Leitura, o projeto À Flor da Pele foi o vencedor. Coordenado por Marli Silveira, sua proposta é promover criatividade, humanização e desenvolvimento intelectual das detentas do Presídio Regional de Santa Cruz do Sul (RS) com a elaboração de revistas e filmes, resultado de oficinas de textos, poesias, rodas cantadas, saraus poéticos e tardes de leitura realizadas com as detentas.
 
Os projetos Exposições Literárias Itinerantes, de Minas Gerais; Brinquedoteca Pública Municipal, do Ceará; Verdade Aberta, de São Paulo, Tear de Histórias, do Rio de Janeiro, e Kombina, do Rio Grande do Sul, ganharam a menção honrosa José Mindlin.
 
Além dos premiados, os projetos dos outros 16 finalistas das quatro categorias serão apresentadas no catálogo do prêmio – iniciativa dos ministérios da Cultura (MinC) e da Educação (MEC) que conta com a parceria da Organização dos Estados Ibero-Americanos para Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e o apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e da Fundação Santillana.
 
Nesta 8ª edição, dos projetos inscritos, 1.162 foram habilitados e 305 inabilitados. Dos 11 recursos apresentados na primeira fase (de habilitação), dois foram deferidos. Já na segunda fase (de seleção), os cinco recursos apresentados foram indeferidos.
 
Sobre o prêmio
 
Elaborado em 2006 como desdobramento do Ano Ibero-Americano da Leitura, o Prêmio Vivaleitura integra o Plano Nacional de Livro e Leitura (PNLL), com objetivo de estimular, fomentar e reconhecer as melhores experiências que promovam a leitura no País.
 
A cerimônia de premiação deverá ser realizada em abril, em Brasília. Mais informações em www.premiovivaleitura.org.br.
 

Read Full Post »

Senadora Fátima Bezerra destacou que, após aprovado, PNLL deixará de ser projeto de governo e passará a ser política de Estado

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Livro, da Leitura e da Biblioteca, composta por mais de 200 integrantes, entre senadores e deputados federais, retomou seus trabalhos nesta quinta-feira (31), na Câmara dos Deputados, com a promessa de dar prioridade ao projeto de lei que institucionaliza o Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL). Atualmente, a proposta está em análise na Casa Civil da Presidência da República.
 
“Este plano já está pronto e está bom. Ele nasceu de baixo para cima. Foi amplamente debatido e discutido com aqueles que militam na área da cultura e da educação”, afirmou a senadora Fátima Bezerra (PT-RN), que coordena a Frente juntamente com o deputado José Stédile (PSB-RS). Segundo ela, com a aprovação do PNLL, a ação deixa de ser de governo e passa a ser de Estado. “Precisamos avançar cada vez mais nessas ações que dão segurança jurídica a áreas tão essenciais”, insistiu.
 
Foi consenso entre os integrantes dos poderes executivo e legislativo presentes ao evento que tornar o PNLL uma política de Estado garantirá que haja metas, políticas e programas permanentes de fomento à leitura, não permitindo que as ações para o setor fiquem à mercê de mudanças de governo.
 
Outra prioridade apontada pela senadora foi a aprovação do projeto de lei que institui a Política Nacional de Bibliotecas, relatado por ela. O projeto prevê, entre outras questões, a garantia de construção, preservação e difusão pluralista de culturas, saberes e igualdade de acesso às bibliotecas.
 
Além de parlamentares e profissionais da área de educação e biblioteconomia, participaram da ação integrantes do Conselho Federal de Biblioteconomia (CFB) e dos conselhos regionais da categoria.
 
Ações do MinC
Represente do MinC na reunião, Volnei Canônica, diretor de Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca, explicou o trabalho realizado pelo Ministério em conjunto com a Frente para que outros importantes marcos legais de incentivo e fortalecimento para a área de livro e leitura sejam aprovados, como o do preço fixo para livros e a criação de um fundo de apoio a produção, edição, distribuição e comercialização de livros, o Fundo Pró-Leitura.
 
Fonte: http://culturadigital.br/mincnordeste/2016/04/01/plano-nacional-do-livro-e-leitura-e-prioridade/ em 31.03.2016 – 15:50

Read Full Post »