II Conferência Nacional de Cultura
No último dia 11 de março foi realizada a cerimônia de abertura da II Conferência Nacional de Cultura (CNC), evento que contou com a presença do presidente Lula e dos ministros Dilma Roussef (Casa Civil), Juca Ferreira (Cultura), Franklin Martins (Comunicação Social), Orlando Silva (Esportes) e Patrus Ananias (Desenvolvimento Social e Combate à Fome), entre outras autoridades. Segundo o blog da CNC , os discursos giraram em torno dos temas diversidade, desenvolvimento e cidadania. Enquanto Lula reforçou a necessidade de uma melhor distribuição dos recursos no setor cultural, Juca Ferreira destacou a necessidade de “constituir uma nação solidária, com pessoas decentes que buscam novas relações sociais”.

Livro e leitura na II CNC
No setorial do Livro, Leitura e Literatura, os encontros destacaram a importância de projetos de lei que institucionalizem políticas como as do Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL), do Fundo Pró-Leitura e do Instituto Nacional do Livro e Leitura (INLL). A fala da secretária de Articulação Institucional do Ministério da Cultura, Silvana Lumachi Meireles, foi justamente nesta direção, a de transformar o plano em projeto de lei, instituir o Fundo e criar o INLL. O secretário-executivo do PNLL, José Castilho Marques Neto, ressaltou a importância de o governo avançar na questão da mediação. O diretor de Livro, Leitura e Literatura do Ministério da Cultura, Fabiano dos Santos Piuba, destacou que o governo hoje está resgatando uma “dívida social secular com a leitura”. E Carlos Alberto Xavier, do Ministério da Educação, lembrou que o PNLL não é apenas do Governo Federal, envolvendo os Ministérios da Educação e da Cultura, mas também do setor privado.

As prioridades da II CNC
Entre as 32 propostas prioritárias que nortearão as políticas públicas para todo o setor cultural brasileiro, a que dizem respeito ao Livro, Leitura e Literatura estão no sub-eixo Memória e Transformação Social. Diz seu texto: “Incluir na agenda política e econômica da União, estados, municípios e no Distrito Federal o fomento à leitura por meio da criação de bibliotecas públicas, urbanas e rurais em todos os Municípios, com fortalecimento e ampliação dos acervos bibliográficos e arquivísticos, infraestrutura, acesso a novas tecnologias de inclusão digital, capacitação de recursos humanos, bem como ações da sociedade civil e da iniciativa privada, com objetivo de democratizar o acesso à cultura oral, letrada e digital”.

Colégio renovado
Além dos debates sobre a institucionalização das iniciativas em favor do Livro, Leitura e Literatura, a plenária da Pré-Conferência Setorial também renovou o Colegiado Setorial. Os delegados atuarão nas áreas de Mediação, Produção, Criação e Regionais.

Proposições aprovadas
A Pré-setorial de Livro, Leitura e Literatura (LLL) elegeu uma proposição para cada um dos cinco eixos da CNC e todas elas integrarão o Plano Nacional de Cultura. Os delegados eleitos na setorial LLL também prepararam um documento, distribuído a todos os presentes, enfatizando a importância do acesso à leitura e à escrita, de modo a angariar apoio para suas propostas. Clique aqui para saber mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s