Matéria veiculada no Diário do Nordeste deste domingo ( 20.12)

356 agentes irão promover a leitura em 2010

 

8.900 famílias devem ser atendidas pelo projeto em 30 municípios do interior e em dez bairros

A dona-de-casa Lúcia Ribeiro, do Bom Jardim, espera ter muito trabalho no ano que vem. Ela é um dos 188 agentes selecionados que irão andar pelas comunidades onde moram, promovendo o interesse pela leitura, através de um projeto da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult-CE). Somados aos agentes que já atuam no estado, serão 356 agentes do projeto Agentes de Leitura do Ceará, distribuídos em 30 municípios do interior e em dez bairros de Fortaleza. Os novos agentes foram diplomados durante o III Encontro de Agentes de Leitura do Ceará, encerrado, ontem.

Cada agente receberá uma bicicleta, que será seu meio de transporte, e um acervo de 70 livros, além de boné, camiseta e mochila. Cerca de 25 famílias serão atendidas por cada agente do projeto, o que significa que, no mínimo, 8.900 famílias serão atendidas. Além do empréstimo de livros, o agente promove uma reflexão sobre o livro com os leitores e realiza também contações de história para crianças e rodas de leitura comunitárias.

Segundo a assessora técnica do projeto, Carmélia Aragão, a intenção é ampliar o projeto, que é financiado pelo Fundo Estadual de Combate à Pobreza (FECOP), para um número cada vez maior de municípios. Até março de 2010, Caucaia e São Gonçalo do Amarante serão incluídos na iniciativa, totalizando 33 municípios participantes. Eles foram escolhidos pelo baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e as famílias atendidas devem participar de algum programa assistencial do governo federal.

O pedagogo Francisco Teixeira participou do projeto por dois anos e meio e voltou a ser diplomado para mais um ano de trabalho. Ele afirma ser apaixonado pelo que faz. “O projeto forma leitores, promove a cidadania e democratiza o acesso aos livros. Algumas crianças nunca viram os pais lendo um livro. O livro mostra um mundo maravilhoso para elas. E os pais passam a se interessar também. Quem não sabe ler, pede para aprender”, afirmou Francisco.

Para ser um agente de leitura, eles passaram por um processo seletivo e por um curso de capacitação de 60 horas/aula. Cada agente receberá uma bolsa mensal de R$ 354,80, durante um ano.

Durante o III Encontro de Agentes de Leitura do Ceará, os agentes participaram de mesas-redondas e palestras sobre políticas públicas, leitura e literatura, além da diplomação dos novos agentes e da entrega do material de trabalho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s