Os brasileiros compram menos livros hoje do que na década de 90. O mercado editorial atribui as novas tecnologias, entre outros fatores, a diminuição do faturamento e até do encantamento pela leitura. A proposta da criação de um novo imposto sobre os livros criou um impasse entre o governo e mercado. O dinheiro seria destinado para um fundo com o objetivo de incentivar a leitura do país, só que na prática elevaria o preço do livro. Quando chegasse as estantes das livrarias, o produto já estaria 2,1% mais caro, um acréscimo que pode desestimular a compra de livros. Um estudo mostrou que o imposto provocaria uma queda nas vendas, principalmente, entre os consumidores de baixa renda. Matéria veiculada na Globo News, Jornal das Dez, em 04/09/2009.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s